Publicidade

Reflexos do Excesso de Calor na Saúde, e na Redução da Produtividade

Eng. Marcus Vinicius Ciocci
ADD ELECTRONICS

1 – Saúde e Calor

A combinação de altas temperaturas (significativamente acima do normal) e umidade relativa alta podem reduzir drasticamente a capacidade do corpo humano de manter a sua temperatura interna correta.

Exposições prolongadas em ambientes com temperatura excessiva e umidade alta podem causar cãimbras, esgotamento, fadiga térmica, e até danos ao cérebro – AVC (Acidente Vascular Cerebral). Para alguns, especialmente para os idosos e infermos o calor em excesso pode causar a morte.

Índice de Calor (IC), também chamado de "Temperatura Aparente", é uma medida de como a umidade associada à altas temperaturas reduz a capacidade do corpo em manter-se frio.

O IC é a sensação térmica que o corpo humano interpreta quando a umidade e/ou temperatura fogem dos níveis normais. Por exemplo, se a temperatura do ar é de 34°C, e a umidade é de 50% o efeito destas condições no corpo eqüivale a uma temperatura de 39,5°C.

A premissa para o cálculo do Índice de Calor é que, a pessoa a ser avaliada, esteja á sombra, ao nível do mar, e com vento de 10 Km/h. Exposições ao sol podem aumentar o IC entre 3° e 8°C.

Variações na velocidade do vento normalmente tem pequeno efeito sobre o IC.

A tabela abaixo mostra a Temperatura Aparente (IC) com base na Temperatura do Ar e a Umidade Relativa do Ambiente.

O grau de stress causado pelo calor pode variar com a idade, saúde, e características do corpo. Abaixo estão listados alguns possíveis sintomas de stress térmico associado a intervalos de Temperatura Aparente (IC).

2 – Produtividade e Calor

As perdas na produtividade por excesso de calor foram analisadas pela NASA (report CR-1205-1) veja tabela abaixo. O relatório conclui por ex. que quando a temperatura da área de trabalho atinge 30°C a produtividade cai cerca de 20% e há um aumento de 75% na freqüência de erros.

* Ex. se o nível de erros é 1/200 (0,5%) a 24°C o nível de erros passará para 3,7/200 ( 1,85%) a 32°C.
Este artigo foi compilado a partir das seguintes publicações:
Excessive Heat and Worker Safety – Universidade da Pensilvania
NASA Report CR- 1205-VOL-1 "Compendium of Human Responses to the Aerospace Environment"

Fonte: Revista do Frio

Reflexos do Excesso de Calor na Saude, e na Reducao da Produtividade