Publicidade

Perguntas e Respostas sobre Ar Condicionado tipo Split

Fonte: Fórum do www.eletrodomesticosforum.com
Autor: Jairo Bertoni de Araujo - Moderador do Eletrodomésticos Fórum

1- Quais as ferramentas necessárias e descrição da sua utilidade para uma boa instalação de ar condicionado do tipo split?

Ferramentas de aferição de temperatura, massa, volume, pressão e elétrica. Alicate amperímetro, multi test, ohmímetro, capacímetro, wattímetro, termômetro, termômetro digital, penta, manifold´s, manômetros,  vacuômetros, anemômetro, balança eletrônica, cilindros calibrados, detector de vazamentos, máquina recolhedora de gás, bombas de vácuo, máquina de lavar a pressão. Posso estar deixando passar alguma, mas basicamente são essas.

Agora as ferramentas de manuseio que são: Alicate universal, de bico (todos os tipos) de corte diagonal, de pressão, perfurador de tubo, de selar, tirar travas internas e externas, martelos, ponteiros, reabridores, cortadores de tubos, curvadores de tubo, chaves de fenda e philips, chave de torque, allen, chaves catracas, chaves fixas conjugadas e estrelas entre 1/4 " a 2' e 5mm a 40 mm, chaves "l", arco de serra, arrebitador.

Também são utilizadas parafusadeiras, máquinas de furar, serras copos, brocas para madeira, aço rápido,e concreto,saca polias, saca rolamentos, uma pequena prensa, flangeadores, limas, corta tubos, varetas de solda fluxo para solda, aparelho de solda oxi/glp,  metano ou acetilênico. São muitas ferramentas posso estar esquecendo de uma ou outra, porém são as principais.

2- Num sistema de ar condicionado de expansão direta no condensador como devemos proceder em relação à isolação térmica? E se a expansão fosse à evaporadora?

No meu caso geralmente isolo os tubos independente da expansão ser na evaporadora ou condensadora a não ser quando a expansão for na evaporadora e a temperatura da linha de liquido for alta aí então isolo individualmente, mas geralmente em pequenas instalações não é necessário isolar individualmente.

3- Descreva o procedimento para evacuação do sistema antes da liberação do gás e porque este procedimento e muito importante?

O vácuo de um sistema é feito com uma boa bomba de vácuo pelos registros ou válvulas schreider do compressor ou sistema (recomendo a de dois estágios) um manômetro manifold ou vacuômetro eletrônico.

Nas leis que regem os gases e líquidos, afirmam que a tendência de todo liquido quando submetido a um vácuo de até 30 mm de hg é evaporar. Portanto o vácuo é importante porque na verdade ele desidrata ou retira umidade do sistema hermético.

4- O que é o superaquecimento e porque ele é importante?

Superaquecimento a grosso modo seria a temperatura que um liquido alcança acima de sua temperatura de ebulição ou ponto de ebulição sem "ferver". No caso específico na refrigeração, superaquecimento é: super= Tls -Tcv ou super aquecimento é igual à temperatura da linha de sucção menos a temperatura evaporação (converter a pressão de sucção na manifold em temperatura usando a tabela pressão X temperatura que vem especificada nos manuais de instalação).

O superaquecimento é importante por que através dele certificamos que o componente ou aparelho está dentro das especificações técnicas e de funcionamento do produto. O subresfriamento também é importante, a entalpia, a entropia, a calorímetria (calor especifico, densidade, volume especifico, massa, peso molecular) o calor sensível, latente, curva adiabática do ar,  gases e líquidos e a psicomotricidade do ar, tbs (temperatura de bulbo seco) tbu (temperatura de bulbo úmido).

5- Para um condicionador de ar que consome corrente nominal de 15 Amperes, 220V, como devemos fazer o circuito elétrico do quadro ate o aparelho?

Essa grandeza elétrica e de potência é regulamentada por tabelas de consumo ou potência X distância do quadro ao compressor, de acordo com as perdas ou distãncias, acharemos o condutor apropriado.

Cada caso é um caso. No seu especificamente vai depender da distância que os componentes ficarão do quadro. Quanto mais longe do quadro maior a bitola do fio condutor.

6- Num equipamento de ciclo reverso, ou seja, quente/frio. Como devemos proceder com o dreno?

Depende se a condensadora ficar em lugares como jardins, tetos com calhas ou lugares que a água drenada escoe sem problemas não tem que fazer nada, agora se estiver em lugares que não possa ter essas opções, tem que ser tubulada para rede de hidráulica. Idem, da mesma forma para evaporadora.

7- O que poderá ocorrer se não utilizar uma bitola de tubulação adequada ao equipamento?

Perda de rendimento, mau funcionamento da máquina, ruins em todos os sentidos. Em alguns casos de acordo com a distância + desníveis a tubulação tem que ser recalculada mas em sistemas domésticos e pequenos sistemas comerciais, a bitola dos tubos já vem calculada com as perdas, tipo distância máxima, desníveis máximos ou numero de curvas ou joelhos de 90º.

8- Qual o critério utilizado para saber se precisa ou não adicionar gás numa instalação nova?

Olha nos manuais de instalação que já vem com a equação de perdas. Algumas máquinas já vem com carga para até 3 metros de distância, evaporadora /condensadora e outras para até 5 metros, mas geralmente acrescentamos 30 gr por metro adicionado ou desnível + joelhos.

Sendo que na maioria das máquinas quando o desnível entre evaporadora (acima) condensadora (abaixo) for mais que três metros são necessários a colocação de sifões para evitar o golpe de liquido no compressor.

9- Como avaliar as melhores posições de instalação para o evaporador e condensador?

Sempre use o bom senso. A evaporadora tem ficar longe de gorduras, vapores inflamáveis, fontes de calor, exposição direta ao sol, em lugares onde não seja agressivo para ela e sempre seguir o que rege os manuais de instalação.

A condensadora ela precisa de lugares arejados, quando houver mais de uma condensadora guardar os limites de altura, comprimento e distâncias entre si e paredes que são descritos exaustivamente nos manuais de instalação.

10- Quais as variáveis envolvidas na avaliação de carga térmica num ambiente?

Basicamente: posição do sol, telhados com isolação e sem isolação, com lajes, sem lajes, com forros, sem forros, forros isolados, pisos entre andares, fontes de calor, nº. de pessoas, qual ativada de destas pessoas, se vão trabalhar sentadas ou em movimento, vão e portas que vão ficar livres ou abertos, paredes, janelas vitros, iluminação, com toldos, sem toldos, com cortinas sem cortinas, posição do sol em relação a paredes e janelas (pontos cardeais) que sofrerão exposição durante o dia.

Qual a região que área a ser climatizada, o volume, enfim todas as fontes de calor e que emitem calor, refletem ou defletem irradiação, condução e convecção. Geralmente as empresas possuem programas para cálculo de cargas térmicas em condicionamento ou na refrigeração em si.

 

 

Perguntas e Respostas sobre Ar Condicionado tipo Split