Publicidade

Curso de Manutenção de Fogões

Parte 1       Parte 2        Parte 3      Parte 4

Elaborado pelo Portal do Eletrodoméstico

COMPONENTES ELÉTRICOS

Alguns fogões têm acendimento automático dos queimadores e iluminação interna do forno. Outros mais sofisticados têm espeto rotativo, circulador de calor no forno, painel eletrônico e outros componentes elétricos.

CABO DE ALIMENTAÇÃO E FIO TERRA

O plugue de alimentação deve ser conectado a uma tomada exclusiva e o fio terra deve ser ligado a um terra eficiente para garantir a segurança do usuário. O cabo de alimentação e o fio terra nunca devem passar pela parte traseira do fogão, pois com o calor a proteção dos fios vai derreter, causando curto circuito.

FIAÇÃO ELÉTRICA

A isolação da fiação elétrica interna do fogão é composta de material resistente a alta temperatura que evita a propagação de chama. O defeito mais comum é o ressecamento dos fios, principalmente próximo aos conectores. Caso necessite trocar, sempre utilize uma fiação indicada pelo fabricante.

INTERRUPTORES

Ignição e Lâmpada

O interruptor de ignição localizado no painel do produto é ligado apenas quando estiver sendo acionado pelo usuário. O acionamento da usina deve ser rápido, ou seja, logo após o acendimento deve ser solto para evitar a queima da usina.

      

Quando os interruptores estão no painel, durante a limpeza, por exemplo, com "Veja", pode entrar liquido na parte interna dos interruptores, que pode fechar o contato e também provocar choque elétrico no usuário.

   

Interruptores que são acoplados aos registros

Existem interruptores de dupla função, para ignição e acendimento da lâmpada do forno. Também existem interruptores de ignição que são acoplados aos registros. Eles são acionados automaticamente quando o usuário gira o botão do registro.

Clique na figura acima para ver exemplo de teste de interruptor acoplado.

ACENDIMENTO DOS QUEIMADORES

Usina

A tensão de alimentação da usina pode ser 127V ou 220V, sendo a maioria bivolt. A tensão na saída para geração das faíscas é em torno de 17kV, com baixa corrente que pode variar em torno de 150mA. Dependendo do modelo, gera de 20 a 60 centelhas por segundo. Para cada queimador existe uma saída exclusiva.

Devido a alta tensão gerada, deve-se ter muito cuidado no manuseio. Para testar, colocar uma peça metálica próxima as saídas e ligue a usina na tomada. Verifique se existe faísca em todas as saídas. O tempo de acionamento deve ser curto, caso contrário ela pode queimar.

O defeito que pode ocorrer é a falta de centelha ou centelha fraca em uma ou mais saídas.

Piezo-elétrico

O piezo-elétrico é um dispositivo que emite uma faísca a cada acionamento. A descarga é na faixa de 20kV e a distância entre o eletrodo e o queimador deve ser de 3 a 4mm. Veja aqui como funciona o efeito piezo-elétrico.

O piezo-elétrico normalmente é utilizado para acendimento do queimador do forno. Para testar, colocar a saída próxima a uma parte metálica. Semelhante a usina, deve-se ter cuidado no manuseio para não receber a descarga elétrica.

Fiação do Eletrodo

A fiação que liga a usina ao eletrodo tem isolação para alta tensão. Qualquer dano nesta isolação vai provocar fuga de centelha e prejudicar o acendimento.

Fiação com fuga

Para verificar se a fiação está com fuga, coloque em cima de uma chapa metálica e em um local escuro, acione a usina e observe se ocorre centelha saindo da fiação.

Verifique também a conexão do cabo com o eletrodo. Devido ao eletrodo estar próximo da chama, pode ocorrer aquecimento e ressecamento da conexão cabo com eletrodo, provocando o rompimento do cabo.

Eletrodos

Os eletrodos são os componentes que emite a centelha no queimador para o acendimento da chama. Para melhor isolação e resistir a alta temperatura, os eletrodos são produzidos de porcelana. Dentro tem um fio condutor que saí até a extremidade, onde é emitida a centelha.

  

Eletrodo de acendimento da mesa e forno

Normalmente a extremidade do eletrodo deve estar no máximo 4mm em relação ao queimador para produzir uma boa centelha. Para que a centelha seja eficiente, o eletrodo e o queimador devem estar limpos, caso contrário pode ocorrer deficiência no acendimento.

 

Parte 1       Parte 2        Parte 3      Parte 4 

 

Fontes:
www.ultragaz.com.br
www.iope.com.br
www.brastemp.com.br
www.orkli.com.br
www.sabaf.it
www.emicol.com.br
http://pt.wikipedia.org
http://www.geocities.com/CapeCanaveral/4045/monoxcarbon.html

Curso de Manutenção de Fogões - Parte 4